Obras

Obras > Quadrafônico
1972

Em 1972, Geraldo e eu chegamos ao Rio, cada um com sua bagagem musical. Assinamos com a Copacabana e fomos gravar em SP, onde ficavam os estúdios. O produtor, Cesare Bienvenuti, cedeu o próprio apartamento para que tivéssemos um pouso. Os arranjos seriam de Hermeto Paschoal, mas acabaram a cargo de Rogério Duprat. Geraldo e eu selecionamos as músicas e fizemos “Talismã, “78 rotações”, “Virgem Virgínia”. Eram poucas as horas de estúdio e gravávamos de madrugada, escondidos. Foi utilizado o sistema quadrafônico, uma novidade para a época.

Ficha Técnica

Produtor Fonográfico: Som – Industria E Comércio S.A.
Coordenador de Produção: Cesare Benvenuti
Supervisão Musical: Leo Perachi
Assistentes de Produção: Carlos Fernando e Daniel Taubkin
Orquestrador e Regente: Rogério Duprat
Técnicos de Gravação: Ariovaldo Dos Santos (Índio), Milton Rodrigues e Rogério Décio Gauss Jr.
Técnico de Corte: Rogério Décio Gauss Jr.
Gravação: Estúdios Reunidos Ltda, São Paulo
Capa: Ciro Ney
Violão: Geraldo e Alceu
Piano e Órgão: Alexandre Pascoal Geto
Baixo: Gabriel Bahlis
Bateria e Percussão: Zequinha
Viola Caipira e Cavaquinho: Messias
Participação Especial: Luiz Carlos Assaf