Obras

Obras > Vivo
1976

7. Papagaio do Futuro

Estou montado no futuro indicativo
Já não corro mais perigo
Nada tenho a declarar
Terno de vidro costurado a parafuso
Papagaio do futuro
Num para-raio ao luar…

Eu fumo e tusso Fumaça de gasolina
olha que eu fumo e tusso,
é fumaça de gasolina

Quem sabe, sabe, que não sabe,
sempre, sobra a cobra caminha
sem ter direção Que sabe a bába
da barba do bode A águia avoa
sem ser avião.