Obras

Obras > 7 desejos
1991

7. Bicho Maluco Beleza

Bicho maluco beleza do Largo do Amparo
Teu estandarte tão raro, Bajado criou
Usando tintas e cores do imaginário
Ai, quantas dores causaste ao teu caçador…

Com teu mistério, teu charme, teu sorriso largo
És o terror da família, não tens compaixão
Em quantas camas deitaste assim por acaso…
Quantas princesas roubaste, maluco vilão…

Ô Ô Ô, Bicho maluco beleza
Ô Ô Ô, Urso maluco beleza